Ir para o conteúdo
Início
/
Notícias
09-02-2018

Simulacro de incêndio testou o Plano de Emergência do Centro de Saúde de Moncorvo

O Plano de Segurança Interno do Centro de Saúde de Torre de Moncorvo foi testado, no passado dia 31 de janeiro, com a simulação de um incêndio no bar, no 1.º piso, provocado por um curto-circuito num dos equipamentos.

Estiveram envolvidos neste exercício colaboradores da Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste, os Bombeiros Voluntários, GNR e elementos do Serviço Municipal de Proteção Civil de Torre de Moncorvo.

O exercício contou também com a presença de um representante da Autoridade Nacional da Proteção Civil – Bragança.

Do incêndio simulado resultaram dois feridos, ambos com queimaduras, um deles estava inconsciente e entrou em paragem cardio-respiratória e o outro ficou bloqueado pelo fumo e pelo fogo. Os feridos foram evacuados pelos profissionais do Centro de Saúde e pelos bombeiros e foram posteriormente transportados para unidades hospitalares.

Neste exercício, os Bombeiros Voluntários de Torre de Moncorvo envolveram 15 operacionais e cinco viaturas.

Para além de testar a eficácia do Plano de Segurança Interno do Centro de Saúde de Torre de Moncorvo, este simulacro teve ainda como objetivos, treinar os agentes internos e externos ao nível das comunicações, do manuseamento dos equipamentos de primeira intervenção, designadamente extintores e bocas-de-incêndio, bem como articular os meios internos com os meios externos de socorro e salvamento.

Este simulacro permitiu ainda avaliar os conhecimentos adquiridos pelos colaboradores da instituição nas ações de formação realizadas no âmbito do Plano de Segurança Interno do Centro de Saúde.

No final do exercício foi efetuada uma reunião com todos os intervenientes, para avaliar os procedimentos adotados na resolução da ocorrência simulada.

Numa primeira análise, as entidades envolvidas atestaram a eficácia do Plano de Segurança Interno do Centro de Saúde de Torre de Moncorvo e a capacidade de resposta adequada de todos os responsáveis pelo socorro e salvamento.