Ir para o conteúdo
Início
/
Notícias
06-11-2018

ULS Nordeste com cobertura elevada de vacinação contra o HPV

A Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste foi uma das instituições distinguidas pelos excelentes resultados alcançados ao nível da vacinação contra o vírus do papiloma humano (HPV), na cerimónia de comemoração do 10.º aniversário da integração da vacinação contra este vírus no Programa Nacional de Vacinação, que decorreu ontem, dia 05 de novembro, em Lisboa.

Na área de abrangência da ULS Nordeste, foram administradas 6.337 vacinas contra os diferentes tipos do HPV nos últimos quatro anos.
O sucesso ao nível da cobertura da vacinação deve-se em grande parte ao empenho dos profissionais de saúde da ULS Nordeste, que têm desenvolvido esforços no sentido de sensibilizar a população para a importância da prevenção da doença através da vacina.

Em Portugal, nos últimos dez anos, vacinaram-se contra o HPV cerca de 750 mil jovens raparigas, o que corresponde a 86% da população elegível para a vacina, tornando o país num “exemplo internacional”.

Cerca de 90% dos cancros do colo do útero podem ser prevenidos pela vacinação. Existem duas vacinas que garantem proteção em relação a determinados tipos de HPV: a vacina bivalente assegura proteção contra os tipos 16 e 18 – que provocam cerca de 70% dos casos de cancro do colo do útero. E a vacina tetravalente, que protege também contra os tipos 6 e 11.

Na mulher, a vacinação deve ser realizada de acordo com o Programa Nacional de Vacinação (a idade ideal é entre os 12 e 13 anos) ou conforme indicação médica. Contudo as mulheres podem vacinar-se até aos 45 anos.

O cancro do colo do útero é ainda uma das principais causas de morte entre jovens mulheres, sendo o segundo tipo de cancro mais comum em mulheres entre os 15 e os 44 anos.


Partilhar: